terça-feira, 2 de junho de 2009

Café com Caetano e janta com Maia.

Canção Manhatã do Cd- Livro dedicada á Lulu Santos
...Disse Caetano :
"Essa música é filha de uma cruza de Sousândrade com Lulu Santos. A palavra Manhatã consta no poema : "O inferno de Wall Street' de Sousândrade".Parece som de palavra tupi e ao mesmo tempo tem cara de música de Djavan.
Acrescenta Caetano: "Estavamos de férias e ao passarmos pelas ruas de NY Lulu apontava p/ os prédios e dizia: Manhatã. O mais incrível é que ele nem conhecia o poema de Sousândrade."
...
Um remoinho de dinheiro
Varre o mundo inteiro, um leve leviatã
E aqui dançam guerras no meio
Da paz das moradas de amor

Ah! Pra onde vai, quando for
Essa imensa alegria, toda essa exaltação
Ah! Solidão, multidão
Que menina bonita mordendo a polpa da maçã:

Manhattan, Manhattan
Manhattan, Manhattan

Hihi, olha o que achei perdido no livro de Literatura, bem na hr que eu tava ouvindo Manhattan, pena não ter achado no youtube a música =/.

PS. Ontem no meio do ócio...Radiola 01.06.
Tim Maia - Ensaio de 91

www.youtube.com.br/tramaradiola

Filosofia do Tim: Tudo é tudo e nada é nada !!
"...Eu acredito que existam seres extra-terrenos e intra-terrenos...eu acredito meu irmão, brother, que existam seres do futuro tb.

Nenhum comentário:

Postar um comentário